HMA | Praia de Pernambuco
HMA | Praia de Pernambuco

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Plano de urbanização Praia de Pernambuco Guarujá

press to zoom
HMA | Praia de Pernambuco
HMA | Praia de Pernambuco

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Plano de urbanização Praia de Pernambuco Guarujá

press to zoom
HMA | Praia de Pernambuco
HMA | Praia de Pernambuco

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Plano de urbanização Praia de Pernambuco Guarujá

press to zoom
HMA | Praia de Pernambuco
HMA | Praia de Pernambuco

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Plano de urbanização Praia de Pernambuco Guarujá

press to zoom
1/4

Praia de Pernambuco

Guarujá/SP
1952
 
Projeto 

EQUIPE ARQUITETURA:

 

Henrique E. Mindlin 

Essa nova comunidade, projetada principalmente para uso nos finais de semanas e feriados, está localizada perto de Santos, e a cerca de 35 quilômetros de São Paulo. O projeto busca preservar as características nativas do local, uma área de 1000 acres delimitada a leste por uma bela praia ao longo de mais de um quilômetro; e a oeste por um rio, pequenas colinas e uma floresta natural.

Duas áreas principais foram criadas pela rodovia estadual, que atravessa o desenvolvimento a cerca de 1000 metros da praia e corre em paralelo a ele. Na área mais próxima ao oceano, incluindo hotéis, clube de praia, edifícios de apartamentos, e casa unifamiliares, é permitido apenas o tráfego de pedestres. Ruas sem saída servem aos lotes residenciais nos cinco grandes blocos do lado que dá acesso a um grande jardim em comum de frente para o oceano. Cinco de dez andares, 80 unidades de prédios de apartamentos adjacentes à rodovia também faceiam o jardim e têm vista para o mar. Os jardins comuns variam em tamanho de três a quatro acres, o padrão de lotes individuais é quase um quarto de acre (25 x 40 metros), e os lotes para os cinco prédios de apartamentos construídos sobre pilotis, possuem quase dois acres de tamanho.

Do outro lado da estrada, uma disposição semelhante, em princípio, é utilizada para os lotes individuais. A maioria dos lotes têm vista para os jardins comuns, a via é livre de tráfego de automóveis, e a floresta original está preservada; outra parte dos lotes têm vista para o campo de golfe, que é dividido em duas seções.

Um clube de tiro, campo de polo, equitação e tênis clubes também estão incluídos no plano de urbanização, bem como dois parques extras para os prédios de apartamentos, um no norte, e outro no lado sul. No extremo esquerdo, foi providenciada uma área para um habitacional de baixo custo, para cuidar das necessidades de serviços da comunidade. A quantidade relativamente pequena de atividade comercial será concentrada em torno da área de tráfego (extrema esquerda no projeto), que é um vestígio de um plano urbano antigo para o local e que não poderia ser reprojetado por causa de dificuldades legais.

A fim de preservar as características almejadas ao longo do projeto, todos os lotes da construção devem definir certas restrições. Uma vez que apenas 6% da área total são ocupadas por edifícios e 7% são reservadas para estradas, 87% vai ser deixado livre para jardins e parques. O pavilhão da praia faz parte desse desenvolvimento.