HMA | OPTIGLOBE Comunicações
HMA | OPTIGLOBE Comunicações

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | OPTIGLOBE Comunicações

HMA | OPTIGLOBE Comunicações
HMA | OPTIGLOBE Comunicações

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | OPTIGLOBE Comunicações

HMA | OPTIGLOBE Comunicações
HMA | OPTIGLOBE Comunicações

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | OPTIGLOBE Comunicações

HMA | OPTIGLOBE Comunicações
HMA | OPTIGLOBE Comunicações

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | OPTIGLOBE Comunicações

1/3

OPTIGLOBE Comunicações

Rio de Janeiro/RJ
2001/2002
 
Projeto construído

EQUIPE ARQUITETURA:

 

Henrique Mindlin Associados S/A 

Arquitetura e Planejamento

O projeto foi concebido para ser implantado em um único nível, de maneira a racionalizar os fluxos entre os setores, levando-se em consideração principalmente segurança predial e estanqueidade.

Todos os sistemas que dão suporte às operações funcionam 24 horas por dia em todos os dias do ano, fazendo com que vários componentes fossem implantados em duplicidade.

O edifício foi pensado de maneira modular, onde todos os espaços são ortogonais e com possibilidades de ampliação, sendo prevista em sua implantação em duas fases de 10000 m2 de área construída cada uma delas.

Nas áreas de escritórios com altura de 3.50 metros, optou-se por colocação de piso elevado em toda a área de trabalho facilitando a passagem de tubulações, cabeamentos e lógica para maior flexibilidade de mudança no layout das estações de trabalho.

A obra foi planejada em módulos de 12,5 x 12,5 metros usando-se um sistema de pré-fabricação em concreto dos pilares, vigas, lajes de cobertura e painéis de fechamento periférico com acabamento granulado para o exterior. Este sistema foi a alternativa recomendada para que a obra pudesse ser finalizada dentro do exíguo prazo de 6 meses, exigindo uma perfeita integração entre os projetistas e a construtora.

O local onde foi implantado o edifício caracteriza-se pela abundância de verde, sendo o terreno localizado nas fraldas do morro da Pedra Rosilha na Estrada dos Bandeirantes – Recreio, com grande parte da área coberta por mata atlântica. O projeto de paisagismo contemplou a reconstituição dos limites desta mata com tipos de árvores nativas e estendendo à área restante, concepção e variedades naturais da região, sendo utilizadas palmeiras, jambeiros, aroeiras e ipês.