Museu de Arte Moderna

Rio de Janeiro/RJ
1982
 
Projeto de Recuperação e Restauro

No dia 8 de julho de 1978, um incêndio destruiu 90% de seu acervo, principalmente obras de Picasso (cabeça cubista e um Retrato de Dora Maar), Miró, Salvador Dalí, Max Ernst, René Magritte, Ivan Serpa,Manabu Mabe e muitos outros, além de todos os trabalhos presentes em uma grande retrospectiva de Joaquin Torres García.

Após extensos trabalhos de restauração e reconstrução, o Bloco de Exposições volta, em 1982, ao funcionamento.

EQUIPE ARQUITETURA:

 

Henrique Mindlin Associados S/A 

Arquitetura e Planejamento