HMA | Ilhas Perynas Resort
HMA | Ilhas Perynas Resort

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Ilhas Perynas Resort

HMA | Ilhas Perynas Resort
HMA | Ilhas Perynas Resort

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Ilhas Perynas Resort | Casas em banda

HMA | Ilhas Perynas Resort
HMA | Ilhas Perynas Resort

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Ilhas Perynas Resort

HMA | Ilhas Perynas Resort
HMA | Ilhas Perynas Resort

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Ilhas Perynas Resort

1/7

Ilhas Perynas Resort

Margens da lagoa de Araruama, Cabo Frio/RJ

 

Os estudos de Arquitetura de habitações do Ilhas Perynas Resort, correspondem à 1ª etapa da 1ª fase de implantação e ocupação da área.

Para a primeira etapa foi programada a construção de 200 unidades com tipologias variadas e caracterizadas da seguinte forma:

  • Casas em banda de 2 e 3 suítes – 120 unidades;

  • Casas geminadas e casas isoladas de 4 suítes – 40 unidades;

  • Apartamentos de sala mais 1 suíte, e sala mais 2 suítes – 40 unidades.

As habitações estão previstas para ocupar terrenos definidos por plano diretor fornecido pela IPR (Ilhas Perynas Resort) cuja proposição urbanística baseia-se na organização do espaço em ilhas formadas pela abertura de canais na área.

A ocupação inicial pretende ser feita em torno da via de acesso ao “Beach Club”, com construção prevista para um ponto distante cerca de 2.5km do Morro dos Macacos, extremo norte da Restinga.

As edificações, a serem implantadas de acordo com as diretrizes urbanísticas fornecidas pela IPR, atenderão aos programas e áreas determinadas por pesquisa de mercado já realizada. A expressão plástica das edificações deverá ser baseada na utilização de elementos de composição de arquitetura colonial no Brasil.

 

Casas em banda

Casas alinhadas e conjugadas duas a duas pelo vestíbulo, podendo ser agrupadas em blocos de 4, 6 ou 8 casas assentes no terreno com ligeiro desnível, obtendo-se dessa forma uma variação na volumetria dos blocos. Esta variação será acentuada pelas proposições de tratamentos diferenciados dos volumes das fachadas, alternando o uso das varandas, balcões e toldos; e pela utilização de diversos tipos de revestimentos e cores das superfícies pintadas de paredes e esquadrias.

Visando o conforto ambiental, todas as casas terão ventilação cruzada, sendo a mesma ampliada pela tiragem de ar proporcionada pela abertura projetada sobre o vão central da escada, ao nível da escada – efeito chaminé.

A exposição solar das fachadas voltadas para Leste e Oeste será reduzida pelas varandas, balcões e beirais incorporados às casas, e pela utilização de venezianas, treliças e toldos, protegendo os vãos de portas e janelas.

 

Casas geminadas

Conjunto de duas habitações que ocupam uma faixa de terreno com 10m x 30.90m por unidade; incluindo além da edificação, varandas, áreas ajardinadas e o trecho de afastamento entre a edificação e a orla dos canais.

Os aspectos relativos ao conforto ambiental, proteção solar, e variações do tratamento das fachadas estabelecidas para as casas em banda, serão mantidas nas casas geminadas.

 

Casas isoladas

As casas isoladas foram previstas para serem implantadas em terrenos com dimensões variadas, de formato retangular ou trapezoidal, decorrente da conformação das ilhas.

Para as casas isoladas serão oferecidos tanto projetos básicos, como projetos específicos, procurando atender aos programas, usos e composições pretendidos por cada cliente.

O projeto prevê uma casa com 2 pavimentos em um terreno com as dimensões consideradas mínimas, de 20m de frente por 36.25m de profundidade em sua área privativa. Considerou-se que a parte do terreno junto à rua de acesso, embora privativa, deveria ser mantida ajardinada; sem cercas ou muros separando-a do logradouro ou das outras propriedades.

Esta casa desenvolve-se em dois pavimentos, com as áreas sociais e de serviço no pavimento térreo, onde se encontra um espaço que poderá ser utilizado como suíte, biblioteca ou atelier. Complementam esta casa, 3 suítes e uma sala de estar íntima localizadas no pavimento superior.

 

Apartamentos

Os edifícios de apartamentos serão implantados em trechos do terreno compreendidos entre os canais projetados e a Via Parque, principal acesso à Restinga que margeia a Orla da Lagoa.

Os edifícios propostos para a primeira etapa de implantações, terão 3 pavimentos com apartamentos de uma suíte e sala; e apartamentos de 2 suítes e sala, todos com áreas avarandadas e balcões.

Cada apartamento disporá de um depósito que será construído no embasamento, em posição a meio subsolo, e com fácil acesso as áreas ajardinadas e ao canal.

Foram propostos edifícios com 10 apartamentos e solução alternativa com 16 unidades.

Cabo Frio/RJ
1993
 
Projeto 

EQUIPE ARQUITETURA:

 

Henrique Mindlin Associados S/A

Arquitetura e Planejamento.