HMA | Edifício Avenida Central
HMA | Edifício Avenida Central

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Edifício Avenida Central

HMA | Edifício Avenida Central
HMA | Edifício Avenida Central

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Edifício Avenida Central

HMA | Edifício Avenida Central
HMA | Edifício Avenida Central

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Edifício Avenida Central

HMA | Edifício Avenida Central
HMA | Edifício Avenida Central

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Edifício Avenida Central

1/9

Edifício Avenida Central

Av. Rio Branco, 156 - Centro, Rio de Janeiro/RJ

 

Esse edifício, na época em que foi projetado e construído, distinguiu-se por uma série de características peculiares, não apenas com relação ao projeto arquitetônico como também a técnica construtiva e aos equipamentos utilizados.

 

Desenvolvendo-se em uma área construída superior a 70.000m² em terreno de forma trapezoidal com 4.200m² de área, a edificação cobre a totalidade da quadra em três pavimentos apenas, além dos dois subsolos e se reduz a 40% da área na torre de escritórios. O aproveitamento interno da parte baixa, em sentido comercial, permitiu que se liberasse o espaço em torno do edifício em quase toda a sua altura, sem comprometer o equilíbrio econômico do empreendimento.

 

A técnica construtiva decorreu do tipo de estrutura adotado, ou seja, da estrutura metálica, tipo composta, com pilares e vigas em aço e lajes em concreto armado. Essa tecnologia estabeleceu um ritmo de andamento da obra e um padrão de precisão nas medidas inteiramente diverso do que se encontra normalmente nas obras de concreto armado.

 

A montagem se processou dentro de um esquema cronológico rigorosamente industrial, sendo o edifício terminado em menos de 2 anos após o início da montagem da estrutura.

 

Para desimpedir as salas de escritórios de qualquer elemento estrutural, os pilares foram localizados ao longo das fachadas pela face externa. Isso resultou em problemas de proteção contra corrosão e contra o fogo, e em problemas de expressão arquitetônica, novos entre nós, e influiu em todo o detalhamento do prédio.

 

Assim, todos os elementos estruturais externos, devidamente protegidos, são revestidos por peças de alumínio especialmente projetadas, utilizando uma liga fosfatada de tom cinza escuro. A esquadria propriamente dita foi anodizada em cor natural, para distingui-la dos elementos.

 

Entre os diversos equipamentos e sistemas utilizados na época de sua construção, e que não eram usuais, cabe destacar que nesse prédio foram utilizados os primeiros elevadores com comando eletrônico (15 elevadores), sistema central de condicionamento de ar na totalidade da área e sistema pneumático de distribuição de água.

Rio de janeiro/RJ
1957
 
Projeto construído

EQUIPE ARQUITETURA:

 

Henrique Mindlin Associados S/A.

Henrique E. Mindlin.

 

EQUIPE PROJETOS COMPLEMENTARES:

 

Paulo Fragoso (cálculo estrutura metálica);

Chedid Malouf e A. Rodrigues da Costa (cálculo estrutura de concreto armado);

Ivo J. Azevedo (inst. Hidráulicas e elétricas);

Regis Bittencourt (inst. Alta tensão);

Gregório Weissman e Erik Coadiman (inst. Ar condionado).

 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS:

 

Altura máxima do edifício: 110m

Área Total Construída: 75.000m²