HMA | Henrique Mindlin Arquitetura Walmyr Amaral
HMA | Henrique Mindlin Arquitetura Rubens Biotto
HMA | Henrique Mindlin Arquitetura Pedro Vasques Franco

Walmyr Lima Amaral

Nasceu em Rio de Janeiro, em 19 de outubro de 1931. Formou-se em arquitetura no ano de 1954 na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (antiga FNA/UB). Teve sua formação profissional ao lado de Affonso Eduardo Reidy colaborando no projeto para o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Assistente no escritório de Mindlin desde 1953 é um dos sócios fundadores do escritório Henrique Mindlin Associados em 1964. Tem presença ativa no Instituto dos arquitetos do Brasil (IAB) no Rio de Janeiro desde 1975 além de contribuir nas Comissões da Associação Brasileira de Normas Técnica. Hoje assume a função de sócio-conselheiro do escritório.

 

 

Pedro Augusto Vasques Franco

Nasceu no Rio de Janeiro/RJ, em 17 de fevereiro de 1934. Formou-se em arquitetura no ano de 1958 pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Começou sua carreira como assistente no escritório Henrique E. Mindlin em 1956 chegando a assumir o cargo de diretor do escritório de São Paulo. Em 1966, quando as atividades de projetos passam a concentrar-se no Rio de Janeiro, retorna a esta cidade como diretor de projetos, e passa a ser sócio do escritório.

 

 

 

Rubens Biotto

Nasceu em Rio Claro/SP, em 17 de junho de 1958. Formou-se em arquitetura no ano de 1983, pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Santa Úrsula (USU) no Rio de Janeiro/RJ. Em 1985 torna-se arquiteto no escritório Henrique Mindlin Associados S.A iniciando sua trajetória na firma. Em 1991 passa a residir em Milão/Itália onde se especializa em conservação e restauro do patrimônio edificado, além de atuar profissionalmente. Retorna ao Brasil em 1998 reintegrando-se à equipe do escritório Henrique Mindlin Associados, onde desde 2001 é um dos titulares do escritório. Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estácio de Sá nas cadeiras de projetos e detalhamento no período de 1998 a 2013. Teve participação no IAB em vários momentos, desde a recuperação das Casas das Machinas na Rua do Pinheiro, 10 e contribuindo em várias Diretorias e Conselhos.