HMA | Casa Rui Barbosa
HMA | Casa Rui Barbosa

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Concurso Anexo Casa de Rui Barbosa

HMA | Casa Rui Barbosa
HMA | Casa Rui Barbosa

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Concurso Anexo Casa de Rui Barbosa

HMA | Casa Rui Barbosa
HMA | Casa Rui Barbosa

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Concurso Anexo Casa de Rui Barbosa

HMA | Casa Rui Barbosa
HMA | Casa Rui Barbosa

Henrique Mindlin Associados Arquitetura e Planejamento | Concurso Anexo Casa de Rui Barbosa

1/7

Anexo Casa de Rui Barbosa

Rio de Janeiro
2013
 
Concurso Público

EQUIPE ARQUITETURA:

 

Henrique Mindlin Associados 

Arquitetura e Planejamento Ltda

Rua São Clemente, 134 – Botafogo - Rio de Janeiro/RJ

 

Projeto de edifício destinado à ampliação dos espaços de armazenamento e preservação dos acervos existentes na Fundação Casa de Rui Barbosa, considerando sua previsão de crescimento e adequação do programa disponibilizado com resolução técnica correta e flexibilidade futura.

As condições dos 3 terrenos recém adquiridos pela FCRB demonstra que a área resultante do processo de remembramento reúne dimensões e angulações próprias com influência na concepção do projeto, assim como a sua inserção em tecido urbano consolidado.

Estes aspectos somados à legislação vigente, programa, orientação-insolação, principais fluxos de trabalho, acessos e escolha de sistema estrutural, englobam as considerações que serviram de norte ao novo projeto de arquitetura com as características singulares dos edifícios destinados à guarda e preservação de documentos históricos.

Outro ponto de destaque foi a ligação entre o Edifício-Sede e o Edifício Anexo solicitado no Edital, reforçando para que toda a circulação de pessoal passasse obrigatoriamente pelo Hall do edifício existente e o ponto de contato com a Rua Assunção no Edifício Anexo fosse somente pela doca de carga/descarga.

Sendo possível a construção de até 5 pavimentos colados nos limites, o terreno de restritas proporções impõe implantação quase que gerada pela sua configuração, sendo que na fachada frontal (leste) e posterior (oeste) temos possibilidades de criar aberturas e as empenas norte e sul fechadas e sem janelas, para se obter o máximo da projeção disponível.

 

São premissas básicas do projeto:

  • Distribuição do programa no terreno, incorporando o fracionamento e a variedade volumétrica das edificações do entorno construído;

  • Distinção clara das circulações necessárias e dimensionadas com o mínimo de área construída;

  • Uso do vidro procurando transparência e visão ampliada dos espaços internos, evitando áreas confinadas e sem controle visual, nas divisórias internas (onde se concentrarão áreas com permanência de pessoal);

  • Estabelecimento de pés direitos apropriados aos seus usos e de acordo com recomendações técnicas para criação de reservas técnicas para guarda e preservação de arquivos;

  • Acabamentos apropriados às funções estabelecidas como laje nivelada e acabamento em epóxi para as áreas de armazenagem, materiais laváveis para os laboratórios e pisos de alta resistência nas áreas de doca e serviços.

 

Em relação ao desenvolvimento sustentável, foram previstos:

  • Desempenho ambiental na construção e manutenção do edifício possibilitando sua qualificação no programa Qualiverde de Certificação concedida pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro;

  • Desempenho técnico reduzindo o ganho de calor com coberturas vegetais e superfícies com cores claras para reflexão da luz solar;

  • Uso de brises ou recuos das fachadas para proteção da incidência solar direta nas áreas de trabalho criando camada de ar ventilado;

  • Ventilação cruzada quando possível nas áreas de trabalho e permanência de pessoal;

  • Uso de iluminação e ventilação natural direta nas áreas de trabalho, halls dos elevadores e circulações. Iluminação em circuitos independentes e dispositivos economizadores, tais como sensores de presença e utilização de lâmpadas tipo LED nas circulações e escada enclausurada;

  • Aproveitamento de árvore existente na Fachada Principal propiciando sombreamento da área externa criando proteção e clima ameno.